terça-feira, 30 de agosto de 2016

Alimentos para a anemia, ricos em ferro


O que é o ferro?
O ferro é um nutriente essencial à vida. É um dos principais componentes da hemoglobina, a substância responsável pelo transporte do oxigénio para todas as células do nosso corpo.
Sem ferro, o organismo, não consegue produzir hemoglobina, o que pode causar anemia.


Principais sintomas da anemia:
Central:
  • Fadiga
  • Tonturas
  • Desmaio

Pele:
  • Palidez
  • Frieza
  • Amareladas

Respiração:
  • Falta de ar

Intestinos:
  • Alterações na cor das fezes

Olhos:
  • Amarelados

Coração:
  • Palpitações
  • Frequência cardíaca acelerada
  • Dor no peito
  • Ataque cardíaco

Músculos
  • Fraqueza

Quais as causas da anemia?
A carência de ferro é a causa mais comum para a anemia. Este tipo de anemia, causada pela falta de ferro, denomina-se anemia ferropénica e é o tipo de anemia mais frequente.

Certos fatores podem contribuir para a redução dos níveis de ferro no sangue:
  • Perda de sangue (causada, por exemplo, por úlceras, por certos tipos de cancro, e por outras doenças; e, nas mulheres, durante o período menstrual;
  • Dieta pobre em ferro
  • Aumento da necessidade de ferro no organismo (por exemplo durante a gravidez).

Qualquer pessoa pode sofrer de carência de ferro, mas determinado grupos têm um risco acrescido:
  • As mulheres, devido à perda de sangue durante a menstruação e durante o parto;
  • Pessoas com mais de 65 anos, que têm uma probabilidade maior de ter uma dieta pobre em ferro;
  • Pessoas a tomar medicação anticoagulante;
  • Doentes com insuficiência renal (sobretudo quando submetidos a diálise), pois têm mais dificuldade em produzir glóbulos vermelhos;
  • Pessoas com dificuldade de absorção de ferro.

A anemia ferropénica tem tratamento?
Sim. Este tipo de anemia pode ser tratado e curado.
Numa primeira fase, o seu médico vai determinar se a anemia é causada por uma dieta alimentar deficiente ou se por um problema mais grave de saúde. Após o diagnóstico, avança-se então para o tratamento, quer da anemia, quer da sua causa. A anemia ferropénica é tratada com suplemento de ferro ou fazendo uma dieta que inclua alimentos em ferro.

Alimentos ricos em ferro
O ferro presente nos alimentos provém de 2 fontes: animal e vegetal.
O ferro de origem animal (ou ferro"heme") encontra-se carnes em diversas carnes e peixes.
O ferro de origem vegetal (ou ferro "não heme") pode ser encontrado em certos vegetais e em alimentos enriquecidos, tais como os cereais de pequeno- almoço.
O ferro de origem animal é mais bem absorvido pelo organismo do que o de origem vegetal.

Boas fontes de ferro de origem animal:
  • Ostras;
  • Amêijoas;
  • Fígado de vaca e de galinha;
  • Carne vermelha;
  • Perna de peru;
  • Perna de borrego;
  • Atum;
  • Gema de ovo;
  • Camarão.

Boas fontes de ferro de origem vegetal
  • Beterraba;
  • Espinafres;
  • Feijão;
  • Lentilhas;
  • Tofu;
  • Arroz integral;
  • Manteiga de amendoim;
  • Flocos de Aveia;
  • Pão de cereais:
  • Passas.

sábado, 27 de agosto de 2016

Anemia


Diminuição aguda do número de eritrócitos (glóbulos vermelhos) ou do seu conteúdo em hemoglobina (pigmento responsável pelo transporte de oxigénio) que conduz a uma diminuição do aporte de oxigénio) aos tecidos. Pode dever-se à perda de sangue (hemorragia), alteração da produção dos eritrócitos ou da síntese de hemoglobina (anemia ferropénica, anemia, anemia megaliblástica, etc.), ou aumento da destruição dos eritrócitos (anemias hemolíticas).

Sintomatologia:
Os sintomas apresentam-se constituindo a síndrome anémica:
Palidez da pele e mucosas;

  • Fadiga;
  • Adinamia;
  • Irritabilidade;
  • Palpitações;
  • Náuseas;
  • Cefaleias;
  • Sensação de falta de ar.
A gravidade dos sintomas varia em função da gravidade e do tempo de evolução da anemia. A estes associam-se os sintomas da patologia  causal.

Diagnóstico:
A análise de sangue detecta a diminuição do número de eritrócitos, da concentração de hemoglobina e da percentagem de eritrócitos por volume total de sangue (hematócrito). Além desta, as características dos eritrócitos (tamanho e coloração), assim como presença de alterações da forma das células permitem orientar o diagnóstico.
Por vezes é necessário o recurso à biopsia da medula óssea.

Tratamento:
Depende da causa. Em geral, no caso de uma hemorragia aguda, a anemia é bem tolerada se for reposto o volume líquido perdido e se trata a causa. As transfusões de concentrados eritrocitários (concentração de eritrócitos sem plasma) estão indicadas habitualmente em doentes com anemias crónicas e sintomas atribuíveis à falta de oxigénio.
Fonte: Italfarmaco

Artigos relacionados:
Alimentos para anemia, ricos em ferro

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Sene

Sene- Cassia angustifolia
Parte utilizada: folíolos

Tratamento da obstipação pontual nos adultos
Descrição
O sene ou sene -de- tinnevelly, é cultivado na Índia, e utilizado devido as suas pequenas folhas lanceoladas, rica em glicósidos de Sene.
Conhecida como chá de sene, cene, sene- de- Alexandria, sene, sena, seina e cássia

O laxante estimulante
Os folíolos do sene tem propriedades laxantes e, até, purgativas, consuante a quantidade utilizada.
Em cápsulas de pó integral de toma oral, as folhas desta planta produzem efeito no prazo de cerca de dez horas: a motricidade do cólon é acelerada- o volume de fezes aumenta, devido à inibição parcial da absorção da água no cólon que as deixa mais hidratadas

O Sene é um tratamento pontual eficaz nas obstipações ocasionais. Por esta razão, não é aconselhável a grávidas e a crianças com menos de 12 anos, ou numa utilização superior a dez dias nos adultos.

Dica útil: Após um tratamento a obstipação pontual com Sene é recomendado que siga uma dieta alimentar rica em fibras.
Fonte: Arkopharma

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Guia de apoio ao doente com osteoporose


Prevenir as quedas e os traumatismos é tão importante como tomar de forma correta os medicamentos para a osteoporose.
  • Informe o seu médico da medicação que está a tomar.Nunca altere a dose de um medicamento, nem tome nada que não lhe tenha sido prescrito, sem falar com o seu médico.
  • Avalie regularmente a sua visão e audição.
  • Se toma medicamentos para a hipertensão e sofre de tonturas frequentes informe o seu médico.
  • Se toma medicamentos para tratar a depressão ou para dormir, tome sempre a dose recomendada.
  • Escolha calçado adequado: opte por sapatos que suportem bem a arcada do pé, com solas antiderrapantes e com saltos baixos e largos.
  • Evite andar em casa apenas com meias em especial se o chão for escorregadio.
  • Evite usar chinelos largos ou sapatos com solas muito gastas.
  • Sente-se para vestir as calças e as meias ou calçar os sapatos.
  • Ilumine bem a casa e arrume os fios elétricos junto às paredes.
  • Elimine os tapetes ou garanta que estão bem fixados ao chão com fitas antiderrapantes.
  • Evite superfícies enceradas e saliências no chão onde possa tropeçar.
  • Ao descer escadas, apoie-se sempre no corrimão e, se possível, sinalize o primeiro e o último degrau da cada lenço com uma fita brilhante.
  • Nunca suba ou desça escadas sem acender primeiro a luz.
  • A prática de exercício físico é muito importante. É favorável à massa óssea, fortalece os músculos, melhora a postura, a coordenação motora, a flexibilidade e os reflexos- tudo isto é fundamental para evitar as quedas.
  • Se tem animais de estimação, tenha atenção para não tropeçar neles.
  • No banho, use uma escova ou esponja com cabo longo para lavar as costas ou os pés
  • Instale barras de suporte nas paredes junto à banheira ou chuveiro e junto à sanita.
  • Coloque um tapete ou pinte o chão da banheira ou chuveiro com tinta tinta antiderrapante
  • Use um banco de chuveiro, para se sentar ao tomar banho/duche
  • Substitua a banheira por uma base de chuveiro.
  • Evite torcer o corpo ao sair da cama. Role até ficar de lado, dobre as pernas, coloque-as para fora da cama e levante o tronco com ajuda dos braços
  • Ao fazer a cama, não se estique: dobre os joelhos, incline-se a partir das ancas e faça um lado de cada vez
  • Prefira os edredões quentes e leves aos cobertores pesados.
  • Coloque sempre um candeeiro à cabeceira da cama ou um interruptor que possa ligar antes de se levantar.
  • Se tem de se debruçar à janela para estender a roupa, peça ajuda para as peças mais pesadas. Faça o mesmo quando tiver de se esticar para um estendal que esteja muito alto num pátio, terraço ou quintal.
  • Coloque ao nível da cintura todos os utensílios, alimentos e produtos de limpeza que utiliza frequentemente . Evite esticar-se ou dobrar-se demasiado e utilizar bancos ou escadotes.
  • Na cozinha, sempre que for possível, procure sentar-se para fazer as tarefas
  • Tenha atenção redobrada em lugares pouco familiares ou que estejam mal iluminados.
  • Caminhe sempre pelo interior dos passeios.
  • Tenha atenção ao piso, principalmente nos dias de chuva
  • Se costuma ter tonturas ou dificuldade na marcha, não hesite em usar uma bengala, uma canadiana ou um andarilho.
  • Ande devagar, tem mais hipóteses de ter um acidente se fizer tudo apressadamente.

A maioria das fraturas provocadas pela osteoporose surge depois de uma queda ou traumatismo.
Com o avançar da idade não é só o risco de osteoporose que aumenta, a sua probabilidade de cair também se torna maior.
Porém, há algumas medidas simples que podem reduzir estas ocorrências.

Fonte: APOROS, Bial

Artigos relacionados:
Osteoporose 
Vitamina D e osteoporose

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Como aplicar medicamentos para os olhos

Cada tipo de medicamento exige cuidados específicos

Os medicamentos utilizados para os olhos chamam-se medicamentos oftálmicos. Estes medicamentos podem ser colírios (chamadas gotas) ou pomadas e devem ser usados sob orientação de um profissional de saúde.

Como aplicar os medicamentos para os olhos?
O método de aplicação é extrema importância.
Se não for feito corretamente, o produto acaba por não ser aplicado diretamente no olho.

Alguns medicamentos para os olhos podem provocar ardor durante uns segundos.
Se a medicação tornar olho mais vermelho ou inchado deve avisar o seu médico.
Tenha em atenção que, caso indicação contrária do seu médico ou farmacêutico, os produtos para os olhos apenas duram 28 dias após abertos.

Verifique sempre o folheto informativo.

Lavar bem as mãos é fundamental


Caso seja necessário aplicar outro colírio, espere pelo menos 5 minutos entre a aplicação de cada um deles.


Breve noções a ter em conta...
  • Lave o olho com uma gaze e água tépida (deve mudar de gaze quando lavar o outro olho, caso seja necessário).
  • Escreva na embalagem data em que abriu o produto
  • verifique sempre o frasco se é necessário agitar antes de utilizar.
  • A tampa deve ser retirada do frasco e sempre virada para cima para que não haja contaminação.
  • Para evitar contaminação do colírio, não deixe que a ponta do aplicador toque em nenhum luga, nem mesmo no olho.

Como aplicar os medicamentos para os olhos?
Colírios
  1. Lave bem as mãos
  2. Incline a cabeça para trás e, com o dedo indicador, puxe a pálpebra inferior para formar uma bolsa. Olhe para cima
  3. Deixe cair uma gota e feche os olhos suavemente. Não pisque.
  4. Mantenha os olhos fechados por 5 minutos.Deve fazer uma leve pressão sobre o canto interno dos olhos junto ao nariz
  5. Deve tapar o frasco logo que possível

Pomadas
  1. Lave bem as mãos
  2. Incline a cabeça para trás e, com o dedo indicador, puxe a pálpebra inferior para formar uma bolsa. Olhe para cima
  3. Introduza um pouco de pomada oftálmica no saco conjuntival (espaço entre o olho e a pálpebra).
  4. A pomada deverá ser espalhada com uma ligeira massagem
  5. Deve tapar a bisnaga logo que possível

Monodoses
  1. Lave bem as mãos
  2. Separe uma monodose
  3. Abra a monodose torcendo progressivamente a parte achatada da monodose/tampa. Não puxe
  4. Incline a cabeça para trás e, com o dedo indicador, puxe a pálpebra inferior para formar uma bolsa. Olhe para cima
  5. Deixe cair uma gota e feche os olhos suavemente. Não pisque.

De quanto em quanto tempo devo aplicar a medicação?
É o seu médico ou farmacêutico quem decide de quanto em quanto tempo deve aplicar a medicação, com base no tipo de medicamento e na doença que vai tratar.

Como guardar a medicação?
Nunca deixe os seus medicamentos ao calor.
Devem ser mantidos à temperatura ambiente, salvo indicação em contrário (ex: frio)

Se me esquecer de aplicar, o que faço?
Na maioria dos casos, se por acaso se esquecer de aplicar o medicamento, aplique assim que se lembrar.
Se já estiver perto da hora da próxima aplicação, então não aplique e espere pela hora correta.


Posso usar o frasco de outra pessoa?

Mesmo que pareça que outra pessoa tem o mesmo problema, nunca se devem partilhar medicamentos!

Quando for a alguma consulta com o seu médico leve consigo a medicação que está a fazer.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização dos medicamentos para os olhos, fale com o seu médico ou farmacêutico.

Fonte: Edol

Leia também:
Computer Vision Syndrome 
Cuidados a ter com pálpebras e pestanas


terça-feira, 23 de agosto de 2016

Quando deve começar a ler para o seu filho?


Quando deve começar a ler para o seu filho?
Geralmente pensa-se que as crianças começam a aprender a ler quando vão para a escola. Na verdade, os especialistas descobriram que o caminho para a leitura começa muito antes:
Quando a criança faz 6 meses chegou à idade própria para começar!
Quando mais cedo se começa melhor.
Cante canções, leia histórias, descreva imagens.
Leia alto todos os dias para o seu filho.Ajude-o a gostar de livros.
bastam alguns minutos por dia
As crianças desenvolvem-se melhor quando vêem ou ouvem ler livros todos os dias.

Até aos 12 meses
O que a criança faz com os livros
  • Estica-se para agarrar os livros
  • Leva os livros à boca
  • Vira várias folhas ao mesmo tempo. Consegue virar uma de cada vez com ajuda dos adultos.
  • Observa os livros. Tem interesse  por imagens e caras de pessoas.

O que os pais devem fazer
  • Sentar a criança confortavelmente
  • Mostrar-lhe o livro, apontar as imagens, dizer o nome do que está representado na ilustração, das cores, dos sentimentos, etc.
  • Ajudar a criança a virar as páginas.
  • Repetir o nome de cada coisa ajuda a criança a ligar o som das palavras ao significado
  • Brincar com as palavras e encorajar a criança a responder. A comunicação estimula o desenvolvimento e reforça os laços afetivos
  • Observar a criança para a interessar sem cansar. captar as reações para continuar ou parar.
  • Brincar e interagir, dando atenção à criança e mostrando-lhe que compreende o que ela quer fazer.

Livros mais adequados
  • Coloridos, com fotografias de crianças ou imagens grandes e nítidas.
  • De cartão grosso, de pano ou plastificados.
  • Resistentes e laváveis.
  • com cantos arredondados e poucas páginas.
  • Páginas fáceis de virar.
  • De tamanho que a criança consiga segurar e transportar.
  • Macios, com diferentes texturas ou com buracos para a criança os poder explorar com os dedos.
  • Com objetos e personagens do quotidiano, familiares (ex: animais, vestuário, alimentos).
  • Figuras soltas e bem definidas.

Crescer a ler
A criança aprende linguagem oral quando ouve os pais ou irmãos a falar. A pouco e pouco vai compreendendo os significados das palavras e respondendo aos sons do seu ambiente familiar.
Quanto mais atenção receber e quando mais correta e variada for a linguagem da família melhor
Começa a compreender a linguagem escrita quando vê os adultos ler livros, jornais ou revistas e sobretudo quando tem a sorte de ouvir os adultos ler em voz alta.
Se as primeiras experiências com a linguagem escrita forem ricas e agradáveis, a criança aprende a ler melhor e mais depressa.


Como ler com as crianças
  • Mostre a capa, mostre os livros e fale sobre as ilustrações. Deixe a criança virar a página, se ela quiser
  • Leia as frases e mostre-as com o dedo
  • Torne a história viva, faça uma voz diferente para cada personagem e use mímica para contar história
  • Quando a criança começa a saber ler deixe-a ler palavras e frases. Leia a par
  • Faça perguntas e converse sobre a história e sobre as imagens.
  • Verifique se está a compreender bem.
  • Deixe a criança comentar o livro, contar a história ou parte da história.
  • Se a criança não mostrar interesse não insista. Leia outra história ou leia noutra altra.
  • Se a criança pedir, volte a ler a mesma história uma ou várias vezes. É frequente as crianças quererem ouvir muitas vezes uma história que lhes agrada.

Como estimular o interesse pelos os livros?
  • Procurar espaços e atividades de leitura:
  • Visitar livrarias, ir a bibliotecas, ir a feiras do livro.
  • Participar nas adesividades em que a escola pede a colaboração dos pais e que promovem a leitura.
  • Fazer da leitura e do livro uma presença na vida familiar.
  • Encontrar tempo para ler com a criança e valorizar esse momento.
  • Continuar a ler livros preferidos e apresentar outros como supresas agradáveis
  • Ler e reler ao ritmo do interesse.
  • Perguntar"O que aconteceu?"
  • Incentivar a criança a escrever e a desenhar.
  • Deixar a criança memorizar e contar a história
  • Conversar sobre livros
  • Comparar imagens de dois livros que representam o mesmo objeto e falar sobre as diferenças de cor, tamanho, etc.

Onde e quando ler com a criança
  • Reserve sempre alguns minutos do dia para ler, observar e conversar sobre os livros que a criança aprecia.
  • À noite quando a criança já está na cama, leia-lhe antes de adormecer. Os livros acalmam e dão serenidade.
  • Aproveite alguns momentos de pausa ou de convívio para ler.
  • se anda coma criança em transportes públicos experimente levar um ou dois livros e aproveite para ler algumas páginas.
  • O momento do banho pode incluir livros de plástico ou de borracha.

7 excelentes razões para ler com a criança
  • Ouvir ler em voz alta, ler em conjunto, conversar sobre livros desenvolve a inteligência e a imaginação
  • Os livros enriquecem o vocabulário e a linguagem.
  • As imagens, informações e ideias dos livros alargam o conhecimento do mundo.
  • Quem tem o hábito de ler conhece-se melhor a si próprio e compreender melhor os outros.
  • Ler em conjunto é divertido, reforça o prazer do convívio.
  • Os laços afetivos entre criança e o adulto que lhe lê tornam-se mais fortes.
  • A leitura torna a criança mais calma, ajuda-a a ganhar autoconfiança e poder de decisão.

Treinar a leitura é muito importante
Para aprender a ler  e a gostar de livros a família deve ajudar muito. Porque ler bem exige muito treino e quando mais cedo se começa melhor.
A criança que tem a sorte de dispor da atenção de uma adulto que lhe leia habitua-se a gostar de livros que leia habitua-se a gostar de livros e aprenderá a ler muito melhor.
Os pais, avós, tios ou padrinhos ajudam muito se lerem em voz alta à criança e se a ajudarem a gostar de livros.
Fonte: Mamãs e bebés

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Para uma saúde responsável

Medicamentos não sujeitos a receita médica

Os medicamentos podem ser medicamentos sujeitos a receita médica e medicamento a não sujeitos a receita médica.

Os medicamentos não sujeitos a receita médica são utilizados há longos anos e têm um perfil de segurança bem conhecido, pelo que podem ser publicitados junto do público, ser escolhidos livremente e comprados sem receita médica

Os medicamentos têm de obedecer a critérios  muito rigorosos de qualidade, segurança e eficácia para estarem disponíveis no mercado.

O que são medicamentos não sujeitos a receita médica?
Os medicamentos não sujeitos a receita médica destinam-se ao tratamento de problemas de saúde igeiros e sem gravidade.


Utilização responsável
os medicamentos não sujeitos a receita médica devem ser utilizados de acordo com a informação disponível na embalagem e no folheto informativo. Em caso de dúvida, deve aconselhar-se com o seu médico ou farmacêutico.

Precauções
Os medicamentos não sujeitos a receita médica, em geral, não devem ser utilizados por um período superior a 5 dias. Se os sintomas persistirem ou agravarem, durante o tratamento, deverá consultar o seu médico ou farmacêutico.

A automedicação não é aconselhável em crianças, grávidas e mães a amamentar sem acompanhamento médico ou farmacêutico.

No caso de ter uma doença cronica tenha em atenção outros medicamentos que esteja a tomar.

Vantagens
os medicamentos não sujeito a receita médica têm benefícios que revertem diretamente para as pessoas e para a sociedade:
  • Para as pessoas resolvem problemas de saúde sem gravidade de forma mais rápida e com menor custo, uma vez que evitam o tempo de espera para a consulta médica, os respectivos encargos e faltas ao trabalho.
  • Para a Sociedade permitem libertar recursos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), que podem ser utilizados para doentes mais graves, evitando consultas desnecessárias e liberando os médicos e outros profissionais de saúde para se dedicarem a doentes com maiores necessidades de cuidados.

Medicamentos não sujeitos a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia
Existem medicamentos não sujeitos  a receita médica que apenas podem ser vendidos na farmácia

Existem medicamentos não sujeitos a receita médica que apenas podem ser vendidos na farmácia
Embora possam ser vendidos sem receita médica, a sua venda apenas é possível em determinadas condições, avaliadas pelo farmacêutico.

A lista das situações em pode utiliza e os medicamentos não sujeitos a receita médica está disponível em
www.apifarma.pt ou em www.infarmed.pt
Os medicamentos podem ser medicamentos sujeitos a receita médica e medicamentos não sujeitos a receita médica

Esta classificação permite saber quais os medicamentos que exigem prescrição e utilização sob supervisão médica e aqueles que podem ser adquiridos sem necessidade de receita médica.

Os medicamentos não sujeitos a receita médica são utilizados há longos anos e têm um perfil de segurança bem conhecido, pelo que podem ser publicitados junto do público, ser escolhidos livremente e comprados sem receita médica

Os medicamentos têm de obedecer a critérios muito rigorosos de qualidade segurança e eficácia para estarem disponíveis no mercado.

Fonte: Apifarma
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
X

Tratar Saúde

Receba no seu e-mail dicas de saúde

Subscreva a newsletter gratuita.





Pesquisa personalizada